Debate sobre Jornalismo Literário com os Jornalistas Luiz Carlos Maciel e Nirlando Beirão, hoje no TCA

Publicado: 18/08/2009 em Jornalismo, Literatura
Tags:, , , , , , , ,

Fonte: SECULT

O quê: Debate Jornalismo Literário – O New Jornalism (CCBB Itinerante)

Onde: Sala do Coro do Teatro Castro Alves

Quando: 18 de agosto, terça-feira, às 19 horas

Entrada gratuita


No dia 18 de agosto, das 19h às 21h, dentro da programação do Centro Cultural Banco do Brasil Itinerante (CCBB Itinerante) Etapa Salvador será realizado o debate Jornalismo Literário – O New Journalism e as Experiências Inovadoras do Jornalismo Brasileiro, com a presença dos jornalistas e escritores Luiz Carlos Maciel e Nirlando Beirão. Com mediação da jornalista e editora do suplemento Revista de A Tarde, Nadja Vladi, o encontro acontece na Sala do Coro do Teatro Castro Alves, com entrada gratuita.

O objetivo do debate é o de discutir o Jornalismo Literário, no Brasil e no mundo, apresentando o que de melhor foi produzido no gênero. Nirlando Beirão deverá apresentar o tema em linha gerais: o que é o New Journalism, quando surgiu, seus expoentes e as experiências inovadoras do jornalismo brasileiro. Luiz Carlos Maciel vai falar sobre sua carreira e, em especial, seu trabalho no jornal O Pasquim, do qual foi um dos fundadores.

Luiz Carlos Maciel é escritor, jornalista, roteirista. Foi um dos fundadores do lendário Pasquim, onde era o responsável pela coluna Underground, na qual foram divulgadas para o Brasil as primeiras informações sobre o movimento da Contracultura, nos anos sessenta. Trabalhou em jornais no Rio de Janeiro, entre eles Jornal do Brasil, Última Hora e na revista Fatos e Fotos. Editou o semanário Rolling Stone. Foi crítico de teatro para a revista Veja de 1977 a 1979. Em 1996, publicou Geração em Transe (Nova Fronteira,1996), em que aborda diferentes momentos e obras da contracultura brasileira. Em 1998, seu roteiro para o filme de longa-metragem Dolores foi premiado pelo Ministério da Cultura.

Nirlando Beirão é jornalista e escritor. Nasceu em Belo Horizonte e estudou Antropologia na Universidade Federal de Minas Gerais e na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi editor de Política de Veja; editor de Cultura de Istoé; redator-chefe de Senhor; colunista do Estado de S. Paulo; editor de Playboy; diretor de redação de Caras. Assina hoje a seção Estilo em Carta Capital, é diretor-adjunto da Revista Brasileiros e publisher da Wish Report. Tem vários livros publicados, entre eles um sobre a região dos Jardins, em São Paulo, um sobre bares – cultura e boemia –, uma biografia do arquiteto Cláudio Bernardes, outra do ex-ministro Sergio Motta e, em parceria com o publicitário Washington Olivetto, a segunda edição de Corinthians: É Preto no Branco – embora sua família mineira continue dizendo por aí que ele é, de fato, Atlético Mineiro.

As senhas para o debate devem ser retiradas com uma hora de antecedência, na bilheteria do teatro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s